Arquivo da categoria: Artes

Bokel, Peu e Alexandre Cavalcanti na galeria Vilaseca

Os artistas plásticos Antonio Bokel, Peu Mello e Alexandre Cavalcanti abrem amanhã a mostra In3venção, na Jaime Portas Vilaseca, Leblon, com um conceito bem inovador de exposição-instalação interativa. Os 3 artistas criaram juntos um mural em papel que vai ocupar todas as paredes da galeria, e quem quiser pode escolher o pedaço da obra que quer levar pra casa marcando com um lápis. “Vamos colocar molduras de diversos tamanhos para o espectador fazer uma máscara, tipo o cropdo Photoshop”, conta Bokel.  O mural ficará exposto um mês e, durante todo esse tempo, quem passar por lá pode marcar o seu pedacinho do mural. No final, um novo evento, desta vez com o mural vazado e as obras já emolduradas, fechará o ciclo. A gente se vê lá! Na Ataulfo de Paiva 1079, subsolo.

Anúncios

o incrível mundo de ji kim e sua luxirare

Sempre que a humanidade começa a correr demais e esquece os sentidos, pinta um movimento para puxar o freio. Saca a história do slow food? Menos pressa, mais aromas, mais prazer. Então, a Luxirare é mais ou menos assim, só que numa versão tech; algo como uma slow webzine com um conteúdo gerado lenta e sedutoramente por uma mulher misteriosa que assina como Ji Kim. O tema? “Killer clothes and Fine Cuisine”. Todas as criações são da própria Kim, que apresenta todo o processo de produção em fotos e vídeos delirantes.

THE KILLER CLOTHES…


… THE FINE CUISINE…

E OS VÍDEOS MOSTRANDO os processos de criação. (clique aqui para ver)!

a arte em Lego de Jan Vormann

Tem gente que brinca com Lego. Tem gente que ama Lego. E tem gente que usa Lego para reconstruir monumentos, prédios, paredes. Não se trata de maquetes, mas de modelos reais. O alemão Jan Vormann passou os últimos três anos viajando pelo mundo tapando buracos de construções que precisavam de um reparozinho. Mas em vez de cimento, ele usou os bloquinhos coloridos de plástico. O artista começou seu trabalho num festival de artes próximo a Roma, em 2007. De lá pra cá, já passou por Tel Aviv, Nova Iorque, Paris. Só falta agora dar uma passadinha aqui pelo Rio. Trabalho e inspiração não vão faltar. Ou alguém duvida que aqui o cara vá ficar sem ter o que fazer? 🙂